top of page

Casa Favela recebe mais de 1600 acessos em 2023; 6 a cada 10 pessoas são negras ou pardas

Saiu o relatório da primeira metade do ano na Casa Favela!


Entre janeiro e julho, nós tivemos 898 acessos registrados para uso do computador, sendo esses acessos realizados por crianças, jovens e adultos e que, em sua totalidade, não possuem computador/notebook em suas residências.


Além disso, levamos 390 moradores de favelas do Rio no 'Rolé Cultural' para teatros, exposições, circos, BioParque e AquaRio.


Foram 1689 pessoas que passaram por nós até julho deste ano,sendo 63,4% são do gênero masculino, 30,3% do gênero feminino*.


Ao todo, 1245 pessoas tiveram o cadastro completo em nossas ações. 6 a cada 10 pessoas que atendemos são negros(as) ou pardos(as).


Confira todos os dados nas imagens:



*O percentual de diferença não disponibilizou as informações.

Comments


bottom of page